A praia de Boa Viagem.

 

Boa Viagem e os seus arrecifes. Foto: Guilherme Jófili/Flickr

Recifense não chama praia DA Boa Viagem. É praia DE Boa Viagem ou, mais comum, Boa Viagem mesmo. No reducionismo da pós-modernidade virou BV. Então, vamos pra BV?

Essa é a mais famosa praia urbana da cidade. É diferente de todas as outras não porque a água é quentinha (toda praia do Nordeste é assim) ou pela sua beleza natural. Há outras coisas que você só verá nela. São tantas que listamos:

– Atenção, você sulista! Aqui a praia é um lugar que já te dá toda a infraestrutura (diferente de algumas paria do sul que você tem de levar cadeira, balde, guarda-sol, bola, cooler, etc, etc) Não precisa levar nada! Tá tudo lá pra você se divertir.

– Esportes: aqui praia não é lugar para esportes. É muita gente, criança brincando, pessoas passando, etc… Só tá autorizado o vôlei e em áreas específicas (você verá as redinhas). Nada de futebol, frescobol ou peteca. Sente, relaxe e aproveite e vista.

– Experiência gastronômica: aqui praia é lugar de comer e tem coisas que são bem típicas daqui. Caldinho de feijão e de frutos do mar, amendoim e ovo de codorna são algumas das “comidinhas típicas” da nossa praia. Não se preocupe, tudo isso virá até você sem que você faça esforço algum. Água de coco é algo bem comum e você tem de experimentar se você só viu essa água numa caixinha de supermercado. O gosto é diferente, super refrescante e é uma delícia.

– Experiência musical: aqui há carrinhos de som que ficam vendendo produtos da indústria fonográfica não autorizados (leia-se CD pirata) e através deles você verá o que o recifense (ok, nem todo recifense) escuta. Digamos que forró e brega são os ritmos predominantes. Na época do carnaval aí vem o frevo, maracatu, caboclinho…

As placas apontam as áreas em que se pode nadar com tubarões (brincadeirinhaaaa) 😛 . Foto: Gidsicki/Flickr

– Os tubarões: vamos desmitificar a estória dos tubarões. Há áreas em que é proibido surfar, outras é recomendado não entrar no mar e outras em que se pode tudo. As pessoas daqui geralmente não respeitam nenhuma das plaquinhas que delimitam estas áreas. E na maioria das vezes nada lhes acontece (só os surfistas teimosos é que se ferram). Eu recomendo que você siga as plaquinhas, mas entrar na beiradinha , com água num ponto em que você consegue ver os seus pés não te trará nenhum risco. Também se formam, em algumas áreas, pequenas piscinas naturais e nestes lugares é super tranquilo que tubarão ainda não aprendeu a pular o conjunto de arrecifes na maré baixa para te atacar nas piscininhas.

Onde ficar?

Se você quer clima de paquera e azaração fique perto do Acaiaca. Isso mesmo a-caia-ca. É só perguntar onde fica ‘isso’ que todos te ensinam. Escolha bem o lugar e aproveite a vista dos boyzinhos ou das boyzinhas (aqui é assim que chama). Ah, e não adianta chegar cedo, só lá pra 11 horas é que a galera começa a chegar.

Se você quer calma e tranquilidade pergunte onde fica o Beach Class. Lá tem menos gente e barulho.

Dicas devidamente apresentadas. Agora é só por seu traje de banho, protetor solar e curtir.


Anúncios

2 Respostas para “A praia de Boa Viagem.

  1. Pingback: O manual do novo Recifense | naViagemcomCamila·

  2. Pingback: Roteiro de carro pelo Nordeste. | naViagemcomCamila·

Que tal deixar sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s