Vem pra Recife?! Um roteiro arretado pra “tu”!

Apesar da grande maioria dos turistas que vem para Pernambuco rumar diretamente do aeroporto para as prais do litoral sul (Carneiros, Porto de Galinhas, etc…) onde o turismo é mais bem explorado e há uma boa infraestrutura para receber as pessoas, há coisas bem legais para se fazer em Recife e Olinda também, sabiam? Hoje dedico o post à Recife, mais adiante exploramos Olinda, ok?

Aqui vos fala uma pessoa com conhecimento de causa. Preparei um roteiro que tento fazer quando recebo meus amigos turistas na cidade.

Reci – o quê? Clique aqui.

Para os que já conhecem um pouco da cidade ou ouviram falar dela há alguns lugares bem interessantes para se visitar:

Instituto Ricardo Brennand.

Cliques do jardim do Instituto Ricardo Brennand. Fotos da amiga: Cinthya Fonseca.

O local é um museu com pelas de tapeçaria, coleção de armas medievais, museu de cera, esculturas, jardins… Dificilmente haverá algo que não te encante. Há jardins tranquilos com laguinhos e patos, há esculturas nos jardins e dentro do museu, há telas, enfim, muitas possibilidades. É um lugar que dá para levar as crianças e elas (e você adulto também) provavelmente se encantarão com a réplica do castelo medieval onde está a coleção de armas do Instituto.

Uma das diversas fontes que adornam os jardins do Instituto.

Um pedacinho da entrada do castelo que abriga a coleção de armas medievais. Fotos da amiga: Cinthya Fonseca.

Algumas das peças de cera do Instituto. Parecem de verdade mesmo! Fotos da amiga: Cinthya Fonseca.

É um pouco longe da área onde ficam os hotéis e não é bem sinalizado, então o ideal é você pegar um táxi, excursão, van, etc… Para os que não conhecem a cidade não recomendo ônibus ou metrô (ele existe, mas nem chega nesta área).

Dica: separa uma manhã ou tarde só para isso, tem muita coisa para ver e como é um pouco afastado leva um tempinho para chegar lá.

Informações práticas: http://www.institutoricardobrennand.org.br/index2.html

Oficina Brennand.

O nome é parecido, mas a proposta do local é totalmente diferente. Aqui você irá conhecer o local onde são produzidas as obras de Francisco Brennand, um cara que é de um tudo: artista plástico, escultor, ceramista e mais um monte de coisas.

O lugar é indescritível e inclassificável. Não sou das mais viajadas, mas nunca vi sequer por fotos algo parecido com aquilo lá para dar um parâmetro para vocês. Qualquer tentativa de delimitar o lugar é reducionista e sem sucesso, mas deixe-me tentar. Imagine galpões onde há fornalhas desativadas, cheios de esculturas, com canto gregoriano e entre os galpões há jardins com mais esculturas bem diferentes daquelas que deixam sua imaginação correr solta. Vale muito a pena!

O local não é muito perto da cidade também, então valem as mesmas ressalvas que fiz sobre o Instituto Ricardo Brennand. Ah, e também separar uma manhã ou tarde só para ir lá.

Informações práticas: http://www.brennand.com.br/oficina_01.php

Recife Antigo.

Esse é o bairro mais antigo, é o comecinho da cidade. Nele há uma série de coisas a serem vistas e se você chega lá sem saber o que ver, não vai achar a menor graça. Então, esse lugar merece um post à parte. Clique aqui para saber mais sobre o que ver lá.

Dica: por lá estão espalhadas esculturas de famosos poetas da cidade, você também as verá em outros pontos da cidade, mas elas se concentram lá. Que tal tentar adivinhar quem são eles ou em quais ruas as esculturas estão?

Rua da Aurora.

A rua da Aurora e seu casario antigo. Um charme, né? Foto: naViagemcomCamila.

A rua da Aurora é uma rua famosa da cidade, que está em poemas e músicas da cidade. Dela se pode ter uma bela vista da Rua do Sol, que fica na outra margem do rio Capibaribe. Procure pelo carangueijo gigante que nela fica e pela escultura de um homem (uma coisa fica perto da outra), é o monumento Tortura Nunca Mais. Nesta rua também estão as minhas pontes favoritas da cidade.

Praia de Boa Viagem.

Se você não é nordestino essa praia vai ser um tanto quanto diferente para você. Melhor clicar aqui para mais informações.

Forte das Cinco Pontas e Forte do Bum.

Bem, devo admitir que ainda não conheço todos os fortes de Recife. Ok, Shame on me! eu sei, mas já estou resolvendo isso! Sendo assim, pedi licença à Adriana Àvila em seu Vivo Intensamente as Coisas Mais Simples. Lá ela dá um excelente relato de suas visitas aos fortes da cidade. Saca só:  http://vivointensamenteascoisasmaissimples.blogspot.com.br/2011/07/conheca-o-recife-circuito-dos-fortes.html.

Detalhe: ela inclui outros fortes da cidade que não mencionei, uns que inclusive nem são tão rota turística para os “não nativos”, mas vale a pena escolher qualquer um deles e se aventurar!

Parque Dona Lindu.

O parque fica na beira mar e tem um teatro e galeria projetados por Oscar Niemeyer. O lugar divide o gosto dos recifenses: alguns gostam da arquitetura, outros acham feio e não muito parecido com um parque, mas vale a pena passar lá e conferir com seus próprios olhos. O ideal é ir no final da tarde já que o sol recifense para os não adaptados pode ser um pouco incômodo.

Dica: para os que não lembram/sabem, Dona Lindu é a mãe do ex presidente Lula. Lá no parque há uma escultura com a D. Lindu e seus filhos (dentre eles Lula) que é a festa de todo turista que se preze. Tem de tirar uma foto lá e ficar tentando adivinhar qual das criancinhas é o Lula, gente.

Passeio de Catamarã.

Como Recife leva a fama da Veneza Brasileira nada melhor que fazer um passeio de catamarã pelos rios e ver as famosas pontes da cidade sob um ângulo diferente. Recomendo o passeio no final da tarde, que o sol está mais ameno e você consegue ver a cidade se iluminando. Há 2 tipos de passeios: um que mostra as pontes do recife Antigo e outro que adentra pela cidade navegando por bairros mais distantes. Prefira o primeiro, que é mais curto e passeia pela parte mais histórica da cidade.

Informações práticas: http://www.catamarantours.com.br/index.html

Comidinhas típicas.

Viajar também é conhecer a gastronomia local. E vou te contar: aqui a comida é muito boa!

Depois prometo fazer um post sobre as comidas regionais, que são muitas e maravilhosas, mas lembre desses nomes e procure experimentar alguma ou algumas delas: tapioca, munguzá, cuscuz, sucos (cajá, siriguela, acerola, graviola), bolo de rolo, macaxeira com carne de sol, arrumadinho, queijo coalho com mel de engenho…

Existem restaurantes especializados em comida regional na cidade onde você encontra tudo isso e muuuito mais. A maior parte deles você paga um valor fixo e se serve à vontade.  Há outros que tem uma única especialidade, mas creio ser mais simples você ir em um só lugar e experimentar o máximo possível.

Quanto tempo ficar?

Bem, para se conhecer todos os lugares acima listados, ou, pelo menos, a maioria deles, é preciso dedicar 3 dias à cidade, mas se você não dispõe de tanto tempo ou não tem interesse em todos eles, creio que em 1 dia você consegue ver muita coisa. Se fosse selecionar um tour vapt-vupt seriam minhas paradas obrigatórias:

  • Recife Antigo (sem tempo de entrar em todos os lugares)
  • Oficina Brennand

O que fica perto do quê?

Sempre reforço que a idéia não é te dizer que você consegue ver todas essas coisas em um dia, mas te ajudar a montar um roteiro em que você não perde muito tempo com deslocamentos, planejando fazer coisas que fiquem perto umas das outras.

Na zona central da cidade:

Recife Antigo – Forte das Cinco Pontas e Forte do Brum – Rua da Aurora – Passeio de Catamarã.

Na zona sul:

Praia de Boa Viagem – Parque Dona Lindu.

Na zona oeste:

Oficina Brennand – Instituto Ricardo Brennand.

Boa Viagem!

Anúncios

5 Respostas para “Vem pra Recife?! Um roteiro arretado pra “tu”!

  1. Pingback: O manual do novo Recifense | naViagemcomCamila·

  2. Pingback: Cadeados da Aurora | naViagemcomCamila·

  3. Pingback: Museu do Mamulengo – Espaço Tiridá | naViagemcomCamila·

  4. Pingback: Roteiro de carro pelo Nordeste. | naViagemcomCamila·

  5. Pingback: Recifeando – A Jaqueira. | naViagemcomCamila·

Que tal deixar sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s