Frevo, Patrimônio Imaterial da Humanidade, pro seu carnaval

Preparação para o carnaval pernambucano tem de incluir treino físico e psicológico. Mas quem vem curtir carnaval aqui também tem de se inteirar das músicas que tocam. E aqui toca muita coisa. Pernambuco tem 14 ritmos diferentes. Tu provavelmente não conhece eles porque não são muito comerciais, não tocam em rádios fora do estado. Muitos só tocam em épocas do ano específicas, inclusive. Nos festejos de momo os mais escutados são:

  • Frevo 
  • Maracatu
  • Caboclinho
  • Ciranda.

Destes todos o frevo é, disparado, o mais famoso e emblemáticos dos ritmos e há pouco ganhou o título de patrimônio imaterial da humanidade. Só que se você não é daqui/nunca veio provavelmente não conhece nenhum frevo.  Tudo bem, vou te ajudar a ficar por dentro desse ritmo. A boa notícia é que não tem musiquinha do ano. Não há lançamentos como no carnaval bahiano. Então, vamos à ele: o Frevo.

sombrinha frevo

A sombrinha e a roupa de passista mirim são paisagem típica por essas bandas no carnaval. Foto: naViagemcomCamila.

O que chamamos de frevo na verdade tem 3 tipos de música envolvidas:

Frevo de rua: não tem letras, é só instrumental. Os metais aqui são o destaque da orquestra.

  • Ponto forte: não tem de decorar letra.
  • Ponto fraco: costuma ser muito animado, é difícil terminar a música com fôlego para dançar a próxima.

Escute esse aqui e veja se consegue ficar parado:

Frevo-canção: já esses frevos tem letras sim, praticamente a única coisa que os diferencia do frevo de rua.

  • Ponto forte: as letras geralmente falam de festa, alegria, carnavais e o ritmo é tão animado quanto o frevo de rua.
  • Ponto fraco: as panturrilhas e coxas que tremem depois de muito tempo de exposição à esse ritmo.

Esse aqui é o Hino do Elefante, o mais tocado em Olinda. Você decora em 3 minutos e cada vez que toca você se arrepia todo:

Frevo de bloco: provavelmente filho das serenatas dos rapazes que curtiam carnaval no começo do século passado tem sua base numa orquestra com violões e cavaquinhos, o que o diferencia dos acima mencionados.  Depois entraram na brincadeira as meninas, fazendo o coral.

  • Ponto forte: as letras e a melodia romântica são uma alegria pra os ouvidos.
  • Ponto fraco: não recomendados para os seres humanos hiperativos, que não aguentam carnaval light onde você só dança com os dedinhos indicadores em riste.

Evocação n° 1 com coralzinho feminino e tudo para você mexer bastante seu indicador:

Para ver nossos outros posts sobre os festejos de momo em Pernambuco vai clicando aí embaixo:

7 blocos imperdíveis do carnaval pernambucano

Carnaval de Recife e Olinda, o guia.

Anúncios

Que tal deixar sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s