Mito do dia: sem falar inglês só dá para ir de excursão (5 dicas básicas para se virar no exterior).

Esse é um post para encorajar os leitores que tem medo de viagens ao exterior por não dominar o idioma do país para o qual pretendem viajar ou não falam a (ainda, mas aguardem o mandarim) língua universal – inglês.

Ok, partamos do princípio básico: é claro que se você fala inglês tudo fica mais simples. Isso é inegável. Principalmente quando algo que estava fora dos planos acontece.

As línguas do mundo. Foto: By es:Usuario:Industrius and User:Vardionof the translation (English and French) : Eric Gaba (Sting) [GFDL or CC-BY-SA-3.0], via Wikimedia Commons

As línguas do mundo. Foto: By es:Usuario:Industrius and User:Vardionof the translation (English and French) : Eric Gaba (Sting) [GFDL or CC-BY-SA-3.0], via Wikimedia Commons

O que noto é que essas pessoas que não falam o idioma geralmente optam por viajar em excursão com um guia que fala tudo em espanhol. Esta é  uma excelente opção.

Mas dá para fugir das excursões com roteiros engessados e se aventurar pelo mundo afora? Já ouvisse o dito popular quem tem boca vai à Roma? Então já respondi, né? Vamos às dicas para você se libertar das excursões.

Adianto que não será super fácil, vai exigir uma boa dose de flexibilidade e adaptação da pessoa, mas pode ser um esforço válido para quem deseja mais liberdade na sua viagem. Não pretendo dar dicas super mirabolantes e dizer ‘vá tranquilo, fofão’. São dicas, pistas sobre o que fazer. Se você tiver mais alguma conta pra gente lá embaixo nos comentários. 😉

Seja simpático e observador.

Na verdade inverta a ordem: primeiro seja observador. Simpatia é algo que pode mudar de cultura para cultura. Então primeiro olhe as pessoas, a forma como agem e tente se comportar como elas.

Minha mãe (que não fala inglês) tem histórias para contar. Ela percebeu em Paris que as pessoas ficam no lado direito das escadas rolantes para dar espaço para as mais apressadas irem mais rápido. Uns não atrapalham os outros. Ou seja, ela observou o pessoal e se adaptou ao hábito deles. Isso ajuda você a ser menos estorvo aos olhos do nativo e saber como se portar. Esse é o primeiro passo para a simpatia que abre portas.

Memorize algumas frases básicas.

Não precisa comprar guias ou aqueles manuais de inglês em 1 semana. Você pode pegar essas frases com algum amigo que domina o idioma. Sugiro aqui algumas frases e palavras bem básicas para você sobreviver. Para ouvir como se fala coloca elas no google translator que tem um botão para você ouvir a frase.

Atenção: só compre, coma e beba coisas que você consegue ver e apontar, fechado? Isso facilita sua vida.

Comida e bebida

I would like this (aponta para a comida)

Eu gostaria disso

Could you give me that (aponta para a comida)?

Você poderia me dar um daquele?

Para decorar:

Foto: By Tokyoship (Own work) [CC-BY-SA-3.0], via Wikimedia Commons

Foto: By Tokyoship (Own work) [CC-BY-SA-3.0], via Wikimedia Commons

cup – xícara

glass – copo

plate – prato

fork – garfo

knife – faca

spoon – colher

knapking – guardanapo

sugar – açúcar

sweetener – adoçante

Compras

How much does it cost?

Quanto custa?

I would like (diga o número)

Eu gostaria de…

Indicações

Could you take me to (endereço)

Você poderia me levar para…

Where is (nome do lugar)?

Onde fica…?

I’m lost, can you help me getting to (nome do lugar)?

Estou perdido, você pode me ajudar a chegar em…?

Ana Paula que é blogueira de viagens e professora de inglês (ou seja, não poderia haver combinação melhor) lançou um post semana passada ensinando a soletrar seu nome. Dá uma sacada que pode ser de grande ajuda: soletrando seu sobrenome no check in

Planeje bastante.

Se você costuma planejar uma viagem, nestas condições é preciso planejar ainda mais. Afinal, vai ser difícil descobrir algumas coisas lá na hora. Então não espere chegar em Londres para descobrir que é mais barato comprar um tíquete único que dá passe livre o dia todo no metrô.  Como você não domina o inglês precisa pesquisar antes, porque lá na hora não vai dar para entender o que o caixa do metrô quer te explicar.

Foto: Benjamin D. Esham [Public domain], via Wikimedia Commons

Foto: Benjamin D. Esham [Public domain], via Wikimedia Commons

Sempre ande com papel e caneta à mão.

Isso te ajuda a escrever nomes difíceis, se você está perdido a pessoa pode desenhar pra você como chegar no seu destino, enfim é um recurso extra para você.

Imagem: domínio público.

Imagem: domínio público.

Leve dinheiro vivo.

Ok, você precisa saber comer, se achar nos lugares, comprar… Tudo isso você aprende com as frases, são as coisas básicas. Agora se a bronca for feia a solução é dinheiro. Dinheiro é o que faz o mundo girar, negão.

Na última viagem da minha mãe (sempre ela) o seu amigo perdeu o passaporte no Leste Europeu. Detalhe que ele não fala inglês. Foi sufoco pelo que ouvi da situação. O rapaz, sem falar nada do idioma local, conseguiu se virar e tirou o passaporte em menos de 24 horas. Fechou um pacote com um taxista que ficava levando ele para embaixada, consulado e tudo mais e ele estava mais disponível para ajudá-lo a resolver o passaporte. O taxista virou uma espécie de despachante para ele. Viu como com grana viva fica mais fácil?!

Outro ponto: se você não lê em inglês não vai entender o que as máquinas que usam cartão de crédito ou aqueles cartões que você ‘carrega’ com dinheiro dizem. É um risco maior e mais problema a ser resolvido se uma dessas máquinas bloqueia seu dinheiro. Então leve grana viva com você. Vai te dar uma segurança maior e evita o desgaste de tentar entender máquinas de sacar dinheiro.

Espero ter ajudado e mais: encorajado os leitores à caírem no mundo.

Até a próxima, meu povo!

Atualização: se você quer aquela mãozinha para se virar com o inglês, nós lançamos um Guia Prático para se Virar em Inglês comemorativo de 1 ano do blog. É grátis! Clica aqui e pega o seu: naViagem completa 1 ano e tem presente para você!

Anúncios

8 Respostas para “Mito do dia: sem falar inglês só dá para ir de excursão (5 dicas básicas para se virar no exterior).

  1. Meninas, adorei o blog de vocês. As dicas são realmente muito úteis.
    Usarei na minha próxima viagem. Estou acompanhando o blog de vocês. Bjs

  2. Pingback: Primeira viagem pra Europa?! 7 respostas pras perguntas que você está se fazendo. | naViagemcomCamila·

      • Oi, Camila! Na mesma página que tem o powerpoint “Soletrando seu nome no check-in” tem o primeiro que eu fiz sobre frases básicas em inglês para viagens.
        Quanto ao colocar o som, não é difícil não. Na janela “inserir”, tem a opção “Filmes e sons” e depois “gravar som”. Tenta só! 😉 Bjs!

Que tal deixar sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s