Garanhuns, a cidade das flores.

A cidade-natal de Lula, seu filho mais famoso, fica uns 230 km distante de Recife, no Agreste do Estado e se entitula a Suíça Pernambucana. Com temperaturas que podem chegar aos 8° no inverno a cidade tem um charme todo especial e eu fui lá conferir o que Garanhuns tem.

relogio flores garanhuns

O relógio de flores dá as boas vindas aos visitantes da Suíça Pernambucana.

Que lugar é esse?

A cidade, que tem nome de pássaro e lobo de acordo com meu guia mirim, fica entre 7 colinas e tem altitude média de 697 m, sendo a terceira cidade mais alta do Estado de Pernambuco. Ela fica no Agreste do Estado. Explico: Pernambuco está fatiado em zonas. Tem o Litoral e Matas Norte e Sul, o Agreste que tem cidades importantes como Caruaru e sua famosa feira de artesanato, e tem a região mais conhecida: o Sertão.

Pois bem, Garanhuns está no Agreste e apesar de estar pertinho do Sertão, sempre associado à seca, tem temperaturas agradáveis e um Festival de Inverno, em que as pessoas podem curtir o friozinho tomando chocolate quente. Devido às baixas temperaturas ganhou os apelidos de Suíça Pernambucana e de Cidade das Flores.

Fotos: naViagemcomCamila.

Fotos: naViagemcomCamila.

Garanhuns tem, de certa forma, um astral um pouco diferente. É tipo assim: quando em Recife é carnaval e o frevo ‘come no centro’ Garanhuns tem um Festival de Jazz. O próprio Festival de Inverno, o evento turístico que lota a cidade e acontece em julho, tem um ar mais ‘cult’, com shows de MPB, jazz, blues, peças de teatro, gastronomia… Ou seja, a cidade é meio metida a ser diferente do resto das cidades da região.

Falando de uma forma bem ampla e generalista do Estado: Recife é a cidade mais cosmopolita e tem música, sabores, estilo próprio, inconfunídvel com o resto de Pernambuco. Já o interior do Estado é bem sertanejo: com forró, vaquejadas, mesa servida de carne de sol, queijo coalho, cuscuz. Garanhuns, apensar de estar no interior, não se aproxima nem do estilo recifense de ser e nem do interiorano. Lá se come fondue, se escuta Norah Jones e se usa casaco.

garanhuns

Foto: naViagemcomCamila.

Achei a cidade bem cuidada e apesar de tem mais de 100 mil habitantes ela preserva algo de tranquilo, de aconchego de interior: seja nas flores que já agora no outono começam lentamente à florescer ou nas casinhas bonitinhas e arrumadinhas. Garanhuns parece ser daqueles lugares que fazem questão de ser belos, sabe?

Como chegar?

Só de carro ou ônibus. Partindo de Recife você vai pegar a BR 232 e depois, na altura de São Caetano, pega a BR 423. Vai te levar umas 3 horas com trânsito.

Ônibus saem de Recife sempre, mas são incômodos e quebram o tempo todo. Exceção são os ônibus expressos que saem direto rumo à Recife e são confortáveis, inclusive com filminho para os passageiros e ar condicionado. Só tem 3 horários por dia: 8:40, 13:40 e 18:00.

Empresa de ônibus que opera Recife – Garanhuns : Jotude.

Valor da passagem (abril de 2013): R$ 48,00.

Quanto tempo ficar?

Montei roteiro para 2 dias com bastante folga, mas se você quiser conhecer tudo em 1 dia, aperte o cinto que dá. Particularmente achei que Garanhuns tem de ser curtida aos poucos, com calma para aproveitar o clima tranquilo, os cantinhos cheios de flores, os silêncios do topo das colinas. Sugiro que você fique 2 dias para ver tudo com calma, curtindo o fondue ou chocolate quente e a brisa amena.

ATENÇÃO:

Na época do Festival de Inverno, o evento mais badalado do lugar, algumas pessoas me disseram que é muito tumultuado, cheio de turistas, não dá para andar direito, restaurantes cheios… Então recomendo que você vá no inverno, que é a alta estação, mas evite a segunda quinzena de julho.

Onde comer?

bolo de caneca

Foto: naViagemcomCamila.

Montei uma lista de lugares para se comer na cidade. Não contei para vocês, mas meu namorado agora mora em Garanhuns, então já estive lá 2 vezes e provavelmente voltarei tantas outras. Experimentei já vários lugares e vou postar tudinho. Aí quando vocês forem já vão ter um roteirinho gastronômico também, fechou?

Nos próximos posts conto tudo que tenho feito em Garanhuns, os lugares legais de se comer e a gente descobre juntos os recantos da Cidade das Flores.

Até lá!

Atualização: já estão no ar os roteiros e o guia onde comer na cidade. Veja só:

Dia 1:

Relógio de Flores, parque vertical e Santuário Mãe Rainha.

Castelo de João Capão.

Dia 2:

Cristo do Magano, Mosteiro de São Bento e Centro Cultural (antiga estação de trens).

Garanhuns: onde comer?

Anúncios

5 Respostas para “Garanhuns, a cidade das flores.

  1. Pingback: Onde comer em Garanhuns. | naViagemcomCamila·

  2. Pingback: Roteiro pela Cidade das Flores (dia 2) | naViagemcomCamila·

  3. Pingback: O castelo (e sonho) de João Capão. | naViagemcomCamila·

  4. Pingback: Roteiro pela Cidade das Flores (dia 1). | naViagemcomCamila·

Que tal deixar sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s