Viajando e aprendendo: não marque nada longe do seu local de embarque no dia anterior.

Dica de amiga: sempre que for fazer viagens de avião nunca, mas nunca mesmo, programe para o dia anterior nada longe do aeroporto que você vai embarcar.

Experiência própria: é a Lei de Murphy, negão. Tudo dá errado no dia antes e você se ferra. Isso mesmo, NO DIA ANTERIOR!

Vem comigo para mais um causo de viagem. Vivendo Viajando e Aprendendo

bruxelas estação trens

Foto: wikimedia commons/Saber68

Primeira vez na Europa e eu feito pinto no lixo. Era uma agonia sem fim de conhecer tudo como se fosse ser presa o resto da minha vida quando voltasse pro Brasil. Europa: tudo ali pertinho. Um canto leva à outro etc e tal… Teríamos Paris como base e de lá iríamos conhecer 2 destinos: Brugge e Amsterdam. Programei para conhecermos Amsterdam um dia antes de voltar pro Brasil.

Na minha cabeça dava traquilíssimo porque iríamos de trem até a cidade e voltaríamos no mesmo dia à noite. No ooouuutro dia, já à noooite é que iríamos pro aeroporto e voltaríamos pro Brasil.

Tranquilo, tranquilíssimo, Camila!

Lá estávamos nós, eu e meu namorado, em Amsterdam. Amamos aquela cidade! As passagens de trem da volta já estavam compradas. Na hora certinha estávamos à postos na estação de trens e lá se foi nosso trem super rápido rumando para Paris.

Lá pelas tantas ouvimos uma voz dizendo algo em francês:

Detalhe:

Camila = francês zero.

Namorado de Camila = francês marromenos.

Ele entendeu algo que o trem ia levar mais tempo para chegar à Paris. Se era X horas, seria 2 horas mais tarde. Até aí tudo tranquilo, tranquilíssimo, Camila.

Daqui a pouco o trem para. No meio do nada, à noite, neve lá fora dava para ver da janelinha. O cara havia dito (e meu namorado não entendeu esse pedaço) que estavam com problemas devido à neve e isso atrasaria a chegada à Paris. Tran – o quê?! Tranquilo, tranquilíssimo, Camila.

Daí o trem andou e decidiu fazer uma volta por Lilli (uma cidade no norte da França). E vai e vem, sobe, para, desce, chegamos à Bruxelas. Lá chegando: repórteres na estação central! Estávamos chiques, vivenciando um momento importante, né? Me achei! Eu sendo parte de um momento importante na Zoropa, uhuuu!

Mas aí fui me dando conta… Epa, se tem repórter a coisa era um pouco mais séria. Mas o que pode dar errado, Camila?! Então me disse mais uma vez: tranquilo, tranquilíssimo, Camila. Vamos procurar informações, bouuua ideia!

Aí fomos saber o motivo do trem parar em Bruxelas. Não só a neve, mas também um problema na linha, fiação do trem fez com que a ligação de todas as cidades com Paris fosse cortada. Todas, eu disse. Aí perguntamos ao rapazinho o que fazer. Ele bem tranquilo disse:

– Vocês podem voltar para Amsterdã, pegar um ônibus para Paris ou dormir dentro do trem. Porque o trem mesmo só tem previsão de sair talvez amanhã de manhã. Isso se o problema lá na linha for consertado até lá.

Oi?!

Ele me informa que o trem talvez saísse amanhã de manhã, mas olha só que coisa bouuua: você pode dormir no trem! Ou ainda mais legal: voltar para Amsterdã! Né ‘lhegal’?!

Entramos em desespero. Não estava mais nada tranquilo tranquilíssimo! Tinhamos um voo para pegar no outro dia. Sabe lá se o trem ia sair e que horas ia sair. Tentamos mentalizar tranquiiilooo, mas não rolou muito. Ouvimos uma conversa:

– Levo vocês de carro. Não tem mais ônibus. Fica 120 euros cada um. Chegamos lá em 2 horas.

Ok, novidades: não tem mais ônibus. Massa! Só carro de aluguel e o cara tá cobrando 120 euros por cabeça! Era muuito dinheiro, mas entre isso e ficar dormindo num trem (e nós vendo geral topar e sair com os caras) ou voltar para Amsterdã… Era isso! Vamos pagar!

Só tinha um detalhe: fim de viagem. A grana programada já havia sido quase toda gasta. No bolso tínhamos pouco, no cartão um pouco mais. E agora? A vontade era de sentar e chorar, mas era tããão surreal o que acontecia que nem tinha clima. Era dormir no trem mesmo… E lá estávamos nós tentando digerir nossa realidade… E nos encostando num canto para aceitar o destino… De repente um cara passa correndo por nós.

Ficamos sem entender. Passa outro. E outro. Opa, o que é isso? Escutamos:

– O trem vai sair. Consertaram a linha, vai sair. Mas não tem vaga para todos.

Dali pra frente vi coisas que nunca imaginei!

Quando ouvimos isso saímos correndo. Loucos à procura do trem. De uma vaguinha, uma não, 2 vaguinhas no trem. E uma multidão atrás de nós com a mesmíssima ideia.

Acabou-se a civilidade do europeu ai, minha gente! Bem na minha frente. Era neguinho correndo desesperado e nós também! Havia umas esteiras rolantes. A que ia para a plataforma estava já abarrotada de gente. Um oriental se meteu na esteira que voltava e foi correndo contra a esteira. Era uma luta dele contra a esteira.

Nesse ponto me faltaram as forças para correr porque eu não conseguia parar de rir. Até que me controlei e nós também fomos no contrafluxo da esteira. Pimenta nos olhos da gente não tem tanta graça assim, né?

Dentro do trem eram todos loucos por uma cadeira para sentar. E meu namorado, querendo ser lorde inglês queria sentar na cadeira que marcavam nossos bilhetes.

Pelamordedeus, homem! Tu não tá vendo a situação?! Senta na primeira que a gente encontrar e vamo simbora!

Quando tudo acalmou, as portas fecharam e partimos rumo à Paris, fui ao banheiro. Aí ri de novo, mas um riso aliviado: era neguinho em pé no trem!

Por isso, repito: não invente de ir pra longe do seu local de embarque no dia anterior. O imprevisto acontece sim com você!

E você, já teve alguma experiência assim numa viagem? Conta pra gente e vamos rir dos nossos perrengues juntos!

Anúncios

Uma resposta para “Viajando e aprendendo: não marque nada longe do seu local de embarque no dia anterior.

  1. Pingback: Primeira viagem pra Europa?! 7 respostas pras perguntas que você está se fazendo. | naViagemcomCamila·

Que tal deixar sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s