Culinária francesa: A raclette

Vai um um prato tradicional francês?! Apresento- lhes a Raclette. Fala do mesminho (ou quase) jeito que está escrito: ra-cle-te.

raclette

O prato tradicional francês que lembra bastante um fondue, mas com uns acompanhamentos diferentes. Foto: naViagemcomCamila.

Já contei pra vocês de um prato típico francês que se come em janeiro (para saber mais sobre ele clique aqui: Galette de Rois). Na verdade, a galette está totalmente associada à festa da Epifania ou Festa de Reis e tem um monte de rituais. Essa que vou apresentar pra vocês hoje não tem época do ano pra comer (mas diria que vai melhor no outono/inverno) e pode ser encontrada em tudo quanto é de lugar. Tá na mesa, vamos comer?

A Raclette

Ela parece bastante com o primo fondue. Bem, dei uma pesquisada e a origem do parto não é clara, uns dizem que é francês outros que é suíço. O que importa é que a Raclette domina as paradas aqui as mesas francesas. A diferença entre o fondue e ela é que o queijo utilizado no tradicional prato francês é o que dá nome ao prato: Raclette.

Já a comi em duas ocasiões e de tipos diferentes. As opções de Raclette mais comuns são:

  • a tradicional que vem apenas com pão e batata cozida para você derramar o queijo derretido por cima.
  • a que tem charcuterie: além do pão e batata tem embutidos tipo: presuntos, salame, defumados, etc…
raclette

Queijo Raclette na chapa à postos pra derreter! Foto: naViagemcomCamila.

Então funciona assim: você coloca seu queijinho raclette nessa chapa quente e espera ele derreter. Quando ele derreter é só levantar a chapa e fazer o tobogã de queijo derretidinho sobre seu prato. Aí é aquela delícia esparramando sobre o pão, a batata, a charcuterie…

raclette

Tobogã de quejinho derretido no prato. Foto: naViagemcomCamila.

O que eu acho legal é que esse tipo de comida dá tempo de conversar entre uma garfada e outra. É só sentar e curtir o momento.

Ai, meus ricos euros…

Calma, a raclette não é tão cara assim e você vai ter de comer de todo jeito, né? Então, melhor investir sua grana numa viagem também gastronômica, não acha? Devidamente convencido? Pronto, agora veja os valores (prato individual):

raclette

Aqui a Raclette tradicional: pão, queijo e batata. Foto: naViagemcomCamila.

  • Raclette tradional: + ou- 13 euros.
  • Raclette com charcuterie: + ou – 16 euros.

Se você estiver em grupo de pessoas normais (que comem normalmente, digo eu) pode até rolar de dividir 2 raclettes para 3.

E falando em grana… Pra entender um pouco mais como funcionam as refeições aqui em Paris, venha por aqui: Mito do dia: comida francesa é pra passar fome.

Onde comer a Raclette?

Comi as duas na mesma região, que é o Quatier Latin. Se você chegar na Notre Dame e cruzar o Sena em direção ao Jardin de Luxembourg vai encontrar, assim que cruzar o rio, umas ruas pequenininhas apinhadas de lojas de souvenirs, e de restaurantes! Voilà! Esse é o paraíso de quem quer comer BB (bem e barato). Lá você encontra mil restaurantes legais que vão te oferecer o fondue e a Raclette.

Você já comeu? O que achou do primo do fondue?

Quem nunca provou, ficou com vontade de testar? 

Anúncios

2 Respostas para “Culinária francesa: A raclette

Que tal deixar sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s